videoclipe, 2014
 
Em uma casa de festa desterritorializada, habita a diversidade tropical. Homens e mulheres se entregam aos ritmos cores e símbolos sincréticos que não permitem saber se estamos no norte do Brasil ou em um paraíso caribenho. Emília Monteiro incorpora três entidades femininas poderosas que manipulam a atenção do Bôto, ao som do enredo surreal da música, que narra o diálogo entre 3 cobras venenosas. Com participação especial de Dona Onete (PA), compositora da música, e de Nena Silva,percussionista, do Quilombo do Curiaú (AP).
 
Direção | Mariana Miranda e Maurício Chades
Produção | Rebeca Damian e Julia Tolentino
Fotografia | Alan Shivas e Cled Pereira
Arte | Natália Pires
Montagem | Mariana Miranda
Correção de cor | Maurício Chades
Argumento e roteiro | Emília Monteiro, Mariana Miranda e Maurício Chades
Assistência de arte | Ana Maria Ultra
Assistência de Produção | João Dimas Zerbini
Figurino | Nina Maria
Maquiagem | Ana Pieroni
Still | Nayara Viana