curta-metragem, experimental, 19’54’’ 2017

Lavina lembra do enterro dos pais, fala de como sua mãe guardou dinheiro, com muito trabalho, para os gastos do próprio enterro. Uma videoinstalação pode servir de túmulo para um gato, projetado, do qual nunca se encontrou o corpo morto? Posso construir um caixão para olhar e, por ele, ser olhado de volta? Tanta parafina derretida, posso encaixotar?

ficha técnica

direção, roteiro e montagem: maurício chades
música e desenho de som: ramiro galas
fotografia: lucas kato “pio” e maurício chades
efeitos visuais: felipe benévolo e lucas seixas
som direto: maurício fonteles, renato perotto e arnold gules
coordenação de produção: ana maria ultra
fotografia still: flora egécia, janine moraes e rodrigo de oliveira
preparação física: joão quinto
eletricidade: aluízio alves e diego ferreira
croquis: gabriela bilá